21.2.13

Pretexto de Vagabundo Publicações




Pretexto de Vagabundo é uma espécie de selo para produção e valorização da estética zineira. A malandragem toda concentra-se em Goiânia e eu sei que o esquema a princípio foi/é comandado por Júlio César ( imperador jovial do dito lado b do underground goiano) e Diogo Rustoff (lindo artista goiano, dá um bizu nos trampos desse cabra no sítio da Plus Galeria e fique com coceirinha boa no foba).
Meu primeiro contato com as publicações feitas ao velho molde da xerocagem barata de C.A de faculdade foi com o "Paranoia e Cale a Boca", quando consegui pegar um exemplar com o Júlio em um dos bons papos que tive com o raparigo, acompanhado de saborosas ampolas alcoólicas degustadas no famoso Bar da Tia, situado na Praça Universitária (região leste/central desta cidade). O zine em questão segue a linha da maioria dos escritos que puder ler ao longo desta conturbada vida minha, com resenhas de discos, colagens paranoicas, indicações legais do que rola nesta capital (humildemente este blog está citado nas páginas, agradeço desde sempre a lembrança) e uma cabulosa entrevista com o Pedro Poney (acho que dispensa apresentações para este ser). Produzido em fevereiro/12, o esquema todo pode ser visto e larapiado logo abaixo (só vi esse esquema depois que o 365 fanzines postou em seu blog), mas o bom mesmo é ler estes escritos no trono em que você está mais familiarizado e deixar o folheto com um leve odor de fezes com desinfetante de alfazema.





Produção feita com o auxílio de duas mentes, mantendo a tradição e fama das duplas que esta província exporta para o resto deste país, o Zine Borra foi produzido entre os meses de fevereiro e maio de 2012, possuindo textos escritos pelo Júliovski e estética visual organizada pelo Rustoff. Neste exemplar você encontra stencils do Diogo, ilustrações de Pedro Marques, textos de autoria do melhor baterista que esta cidade não conhece (que expressa perfeitamente a neurose do cotidiano vivido por tantos de nós) e uma linda matéria sobre o artista Oscar Fortunato ( que este blog teve a grata honra de ter um texto em uma de suas exposições, DAS RUAS pra ser mais exato). Zine de estética primorosa, que pode ser visto logo abaixo, mas aviso que um exemplar em mãos causa uma apreciação eterna, que é bom para os olhos e tato.




O outro zine que finaliza estes meus escritos recebe o instigante título de Esquizonóia, produzido no segundo semestre/2012 pelo descendente-transgressor da família Baron (refiro-me, claro, do Júlio) em parceria com o cabra conhecido pela graça de Stenio Freitas. Os escritos-viagem leva a assinatura do imperador pequizeiro, enquanto as colagens, rasuras, diagramação e identidade leva a rubrica do vistoso Sr. Freitas. O esquema é nonsense, sentimentos representados em imagens e palavras, qualidade notável quando se trata do escreve-cola-edita-imprime-tira-cópia. Dá um grude na vagabundagem logo abaixo, ou tenha um exemplar e colabore para o aumento do desmatamento-reflorestamento de nossas matas.



Pra entrar em contato e obter estes zines, entre em contato através deste email: paranoiaecaleaboca@gmail.com




Obs.: Esse editor do blogger é uma bosta, desgramou com meu esquema de controlcê-coltrolvê e a formatação vai ficar assim mesmo, tosca!

3 comentários: