ALZHEIMER PODCAST

pra esquecer das coisas ruins, pra lembrar das coisas boas

MARY O AND THE PINK FLAMINGOS

Surf-punk psicodélico do jeito que diabo gosta

PAQUETÁ

O fino do surf music underground

28.6.13

Orgasmo de Porco - My Mind Is A Mess (2013)



Orgasmo de Porco é uma maldita banda que perpetua no submundo da roqueiragem underground desde os perdidos de 2009, situando toda a raparigagem em forma de Thrash Metal/Crossover na cidade de São José dos Campos-SP. O baile formoso da juventude perdida é composto por Caverna nos berros e gargarejos com romã, Paulinho nas cordas finas e agudas, De Cia nas cordas grossas e graves e Lobo no comando da linha de frente da bateria da Agremiação Unidos da Podrêra do Orgasmo de Porco. O quarteto derrotista que são possuidores de um talento nato na arte de firular com cantiga rápida estão com um novo e lyndo registro nas pistas, intitulado de "My Mind Is A Mess", que num português-periférico-seboso seria algo como "minha caixola é uma pertubación". O disquêto conta com 12 nobres cantigas que exploram da melhor forma a esfera old school do thrash metal/crossover, que fez e faz milhares de dezenas de milhares de sebozans desfilarem pelo mundo afora com os elegantes jacos jeans com patchs e as calças coladas que destacam os cambitos finos desses maléficos elementos rejeitados pela sociedade conservadora tradicional cristã. 
O disco abre com uma intro cabulosa, que recebe o bonito título de "Death Cheese", seguida da sequência podre-mullets-com-abareta-emborcado "My Mind Is A Mess" / "All My Friends Sucks". Em "Possuído Pelo Porco", o esquema é uma espécie de homenagem ao PxPxCx e ainda destaco a vociferante letra desta cantiga, que fala o quanto esse sistema nojento nos encurrala no dia-a-dia. "Sua Máscara Não Me Engana" é um recado cru e direto para os vermes que só fazem peso na terra. A outra sequência que arranca us côro da besta-fera é composta pelas bailantes cantigas "Who Fucked My Daughter" / "Não Cheira Nem Fede" / "Holocausto Canibal", que logo dá espaço para "Don't Fall In Love With Me", música essa que deixa o ouvinte com o semblante fechado, climão obscuro pela pegada densa que a melodia causa. "Mosh On Chikeiro" é cantiga pra ir com toda a energia acumulada e dar de ponta no lamaçal do terreno baldio e rachar a mulêra e parar no pronto socorro do postinho de saúde de seu bairro. "Everything Around You Smells Like Shit" é a minha favorita do disco, me ganhou pelo solo e pela bateria quase cavalo-manco, e o disco encerra com a acelerada "Toxic Avenger" e que ainda conta com uma canalhice sonora extra, terminando a fuleragem em grande estilo.
Riffs poderosos e alucinantes, vocal estupefante e delicioso de depurar com o ouvidor, chegando a sair olor de chorume pelas caixinhas do som.
A arte de capa e do disco fica por conta do talento raro do cabra medonho que é conhecido pela graça de Lobo e a fotóla elegante do conjunto leva a rasura de Vinicius Moreira. Os nobres selos que acreditaram nessa raparigagem toda são: Läjä Rex, Faminttus Records, Cianeto Discos, Terceiro Mundo Chaos Discos e No School Records.
Se tu é chegadis numas canalhices bem feitas do naipe de Dr. Living Dead, Violator, Municipal Waste e adjacências mais... esse registro é uma pexeirada certeira no seu bucho, portanto, o recomendado é entrar em contato com a distro mais próxima de você e adquirir essa belezura, crack em forma de redondo com furico no centro. Baita disco, pra doido do jipe nenhum fazer desmantelo com o esquema!!!


Página da banda: Orgasmo de Porco (OxDxPx)

Ouça algumas cantigas do disco logo abaixo:


Ouça o novo disco "My Mind Is A Mess" completo aqui:


Ouça a banda no bandcamp e seja feliz:



27.6.13

Mata-Burro - A Regra é Clara (Vídeo Clipe)


Mata-Burro é uma banda de hardcore de Palmas-TO e recentemente o conjunto formado por Kodó (vocal), Tubarão (guitarra), Bento (baixo) e Japa (bateria) soltou o vídeo clipe da cantiga "A Regra É Clara" (confira o Making Off aqui). O clipe aborda de uma forma original e contundente as más condições de trabalho de milhões de brasileiros, condições desumanas, humilhação e perca de vidas em prol da sobrevivência. Confira essa belezura de vídeo!

Página da banda: Mata-Burro

Veja o vídeo clipe da música "A Regra é Clara"

26.6.13

Entre Os Dentes - Demo Web II (2013)




Entre Os Dentes é, e isso já faz algum tempo, a nova coqueluche da cena punk/hardcore de Goiânia. No começo deste ano a banda havia soltado o primeiro trampo de forma virtual, que foi muito bem recebido pelo público, e agora neste mês de junho, pra comemorar o mês junino pulando a fogueira do cão, os bonitões do cerrado-punk soltaram seu segundo registro, também de forma virtual. O disco intitulado "Demo Web II" conta com 7 cantigas ao melhor estilo punk-hardcore-thrashcore da velha escola. A qualidade e a evolução sonora é algo notável pra quem acompanha a caminhada dessa maloqueiragem, e aqui eu destaco as faixas "Tourada, Rodeio, Briga de Galo e etc...", "Desgraça de Tudo", "Alienígena Séc. XXI" e "Confusão". Se chegar desavisado no som, vou te dar uns bons toques para que você possa afetar ainda mais o seu psicológico abalado: riffs poderosos, solos psicodélicos que compensa tá com 1/4 na mente pra depurar melhor a viagem sonora, 4 cordas grossas pesadona e densa, bateria ultra-rápida que parece ser conduzida por um polvo tosco de dreads e patchs, e o Victor se superando com o seu vocal rasgado, vomitado, dilacerando ouvidos e viciando mentes tortuosas. Vale ressaltar que esse trampo é mais uma demonstração de resistência, já que pela falta de espaços para eventos aqui na cidade, a possibilidade de surgimento de conjuntos de cantiga rápida torna-se escassa e a motivação de término de bandas tende a ser algo mais frequente, portanto um registro lançado com uma qualidade primorosa, como é o caso deste, por aqui é algo que merece um amplo destaque. A produção diy das musicólas, da capa (assinada por Toddy), mostra que a autogestão da contracultura ainda é a melhor forma para a propagação de ideias libertárias, e isso tudo pode ser conferido neste bonito registro, portanto a mensagem que fica é: destrua o poder, nada de deus e mestres, chega de tortura animal, seja livre, lute e  conteste todos os cânceres que essa maldita sociedade causa em você. Discão classe!

Página da banda: Entre Os Dentes

Ouça a nova demo da banda aqui:


Baixe o disco aqui:

Rattus (Finlândia) em Goiânia - 19/09/13




No mês de setembro a punkaiada elegante deste bonito país irão bailar da pior forma em vários picos de rolês em diversas cidadólas de regiões diferentes, falo isso pois a lendária banda punk da Finlândia Rattus, irá fazer uma tour brasileira comemorando 35 anos de resistência. Pra melhorar a notícia e deixar você com o fiofó formigando é que os cabras passam por Goiânia no dia 19 de setembro, ainda sem local e valores definidos. Já vou dizendo que lá nón vai ter cara pintada (no máximo uns anarco, black metal e adjacências... com riscos negros pela face), camiseta branca e nem pessoas bonitas, o bagulho vai ser quente e clandestino, do jeito que a gente gosta.


Pra você que não saca de Rattus, ôve algumas coisas logo abaixo:


19.6.13

Beyond Frequency - Man Alone With Himself - EP (2013)



Beyond Frequency é uma banda instrumental oriunda de Curitiba-PR. Na ativa desde os perdidos de 2009, o grupo é uma junção de duas excelentes bandas, Colligere e Black Sea, que conta com André Prado (guitarra), Bruno Covello (guitarra), Marcos Paulo (baixo), Douglas Kamienski (bateria) e participações especiais de Triago Trosso (Loudog e Abraskadabra) no sax/trombone e Bento Prado no piano. O quarteto acabou de lançar o EP "Man Alone With Himself", contendo 5uei bem cantigas que passeiam por estilos como o jazz, hardcore, post-hardcore e o instrumental, sofrendo fortes influências de bandas como Hurtmold, Russian Circles, From Monument to Masses e bandas dessa linha sonora. Arranjos originais, pesados e com muita força, foi o que eu notei ao ouvir o EP e destacar o gosto pelas cantigas "Shadows of Existence", "Redemption" e "Our Nature". A produção, mixagem e masterização ficaram por conta de Vinicius Braganholo (Nico's Studio), valendo destacar o alto nível da qualidade sonora. Outro destaque vai para a linda arte da capa do EP, primor no design. Fiquei grato pela surpresa do som e pela riqueza das músicas, valendo destacar que é por bandas como a Beyond Frequency que o instrumental nacional está em ótimos rumos. Vai por mim, conheça esta linda banda curitibana!

Página da banda: Beyond Frequency

Veja o vídeo de divulgação do EP logo abaixo:

Ouça o EP aqui:


18.6.13

Sepultura - Chaos A.D. (1993)



Sepultura é a melhor banda do mundo (com o Max no vocal, é claro!) e hoje é dia de postar um clássico da banda, motivado muito pelo histórico dia de ontem, pela invasão do Congresso Nacional, depredação da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, bem como o recuo dos ratos perante o cerco popular aos mesmos, invasão da sede do governo do Paraná, tentativa de invasão a sede do governo de São Paulo e toda a resistência e revolta popular mostrada nas ruas deste país. "Chaos A.D." é a trilha sonora perfeita pra despertar o estopim dentro de ti, toda a indignação de um país que privilegia a elite e pune a grande massa. Cantigas clássicas como "Refuse/Resist", "Territory", "Propaganda", "Manifest" servem de combustível para o despertar de uma revolta adormecida em alguns e já aflorada em outros, o certo é que esse é um dos melhores discos da banda e um dos melhores discos de protesto já feito nessa esfera global, portanto essa postagem é dedicada para todos os irmãos e irmãs que estão na luta por um país melhor, justo, sem essa ditadura camuflada em forma de fardas. Estamos começando a viver um novo tempo, em que os populares estão acordando para as mazelas destes país, consequência do descaso de vários anos praticados por políticos elitistas que estão no poder. O molotov está em nossas mãos, a força no conjunto, sem manipulação política, sem lideranças...chegou a hora de ir para as ruas...estamos vivos!

Obs.: Texto escrito na base da emoção aflorada, de forma tosca, simples e sincera! 



Página da banda: Sepultura

Download:


17.6.13

Abusive - Demo (2013)


Abusive é uma banda oriunda de Bastos-SP, formada em março de 2013 pela dupla de infames Everton (vocal) e Rafael (bateria), tendo a linda intenção de espalhar o grindcore/powerviolence da maneira mais rápida e caótica possível. No último mês de maio a banda lançou seu primeiro registro, uma demo que conta com 10 sons e incríveis 3 minutos e 35 segundos de duração, isso mesmo, o bagulho não passa de 4 minutos. Tem cantiga que fica só nos 3 segundos, bem ao estilo "Agathocles" de ser, deixando aquele que ouve o registro com uma paranoia sonora que necessita de dezenas de repetições do bonito material. Daí você questiona, cadê guitarrista? Pois bem, os cabras não possuem em seu mega cast um tocador de cordas finas e pede ajuda para Luiz (D.C.H.), uma espécie de biscate/bico/trampo-temporário em conjunto de música rápida. Explicado esse detalhe, falo aqui que o registro agradará muito aqueles que gostam da agressividade e rapidez sonora para questionar os toscos valores desta sociedade imunda, e se você marcar bobeira, cochilar e o cachimbo cair, o som desses bacharéis termina e você somente a deixar aquela babinha da boca molhar a gola da camiseta. Vai por mim, a parada é foda até uma horas, altamente indicado para mentes inquietas!  

Página da banda: Abusive

Ouça o disco logo abaixo:

Download:

13.6.13

Vulcano - The Man, The Key, The Beast (2013)



Aqui está o novo disco da lendária banda de Black/Thrash/Deah Metal Vulcano, "The Man, The Key, The Best" 11 cabulosas cantigas, e você ainda pode conferir o vídeo clipe da música Church at a Crossroads" logo abaixo:


Página da banda: Vulcano

Download:

Fonte do link: Veia Underground

RENSGA: EXPOSIÇÃO DE OSCAR FORTUNATO EM GOIÂNIA




No dia 19 de junho, quarta-feira, às 20h, o Museu de Arte de Goiânia (MAG) abre a exposição Rensga, do artista plástico goianiense Oscar Fortunato. A mostra fica disponível para visitações até o dia 14 de julho. Serão exibidas mais de 20 obras do artista, entre telas, gravuras, e outras peças, todas inéditas, produzidas exclusivamente para a exibição.

A exposição é baseada na história e nos símbolos sociais e culturais. Segundo Fortunato, o público pode esperar uma exposição sincera, que explora a "goianidade" existente do próprio artista e em quem vive no estado. "Questiono se é possível ser goiano sem cair nos esteriótipos, se existe uma nova goianidade. Questiono, ainda, a necessidade de nos amarmos mais. Acho que precisamos começar a gostar mais da gente, a sermos goianos orgulhosos, e não goianos cheio de desculpas", justifica o artista.

As inúmeras intervenções urbanas que Fortunato concebe e realiza em Goiânia e em vários outros locais,  inclusive no exterior, desde a década de 1990, são a marca registrada de seu trabalho. Com bom humor, o artista contesta e traduz os símbolos e valores da sociedade tradicional de Goiânia e de Goiás, por meio da linguagem punk, presente em toda sua trajetória. 


Outras Mostras

Fortunato realizou a exposição "Na Periferia do Punk", em 2011, na extinta Marcos Caiado Galeria de Arte, em Goiânia. Na capital, também participou de várias exposições coletivas ao longo da carreira. Em 2009, assinou "Outsider", mostra inspirada na obra de Bob Dylan, na Renome Galeria de Arte e Design, em Brasília, onde, em 2010, também teve seus trabalhos exibidos no Salão Branco do Congresso Nacional. 

Oscar Fortunato é um dos artistas plásticos mais conhecidos de Goiânia, e tem suas obras abrigadas na PlusGaleria.com, que reúne 16 artistas brasileiros.




Links

PlusGaleria.com: http://plusgaleria.com.br

SERVIÇO
O quê: Abertura da exposição Rensga, de Oscar Fortunato.
Quando: 19 de junho, às 20h.
Onde: Museu de Arte de Goiânia. Bosque dos Buritis
Quanto: Entrada Franca
Link do evento: https://www.facebook.com/events/195633940592409

RENSGA: DE 19 DE JUNHO A 14 de JULHO DE 2013

Museu de Arte de Goiânia
Rua 1 nº 605, Bosque dos Buritis - Setor Oeste. Goiânia - Goiás - Brasil
(62) 3524 1189

Texto: Marcellus Araújo (Jornalista)
Foto: Alessandra Fratus



Discräsia - Abominável Mundo Monstro - Demo (2013)


Discräsia é uma banda de punk/hardcore com fortes influências do crust oriunda de Maracanaú-CE. A banda formada por Fränk (guitarra/vocal), Dejäne Grrl (baixo/vocal) e Alisson (bateria) estão na ativa desde 2011 e nesse ano de 2013 a banda soltou de forma virtual a demo "Abominável Mundo Monstro". O disco conta com 10 cantigas de sonoridade altamente suja e rápida. Influência de bandas oitentistas de hardcore punk da Europa é nítido no som desse triêto. As letras protestam contra a exploração animal, machismo, sexismo, fascismo, a intolerância religiosa e todas as desgraças que esta sociedade e sistema causam nos oprimidos e/ou minorias. Das músicas destaco "Fascismo Pentecostal", "Cultura do Extermínio", "Virtualmente Socializadxs", "Vaquejada é Tortura1" e "Abominável Mundo Monstro". Resistência, sonoridade agressiva, letras contundentes, mais uma banda foda do nordeste deste país, faça-você-mesmx, caos sonoro que abala as estruturas da família tradicional e do falido conservadorismo camuflado. Conheça esta banda, preste atenção nas letras, indique para aquela amizade querida que você cultiva e fortaleça a contracultura. Banda foda!!!

Perfil da banda: Discräsia
Página da banda: Discräsia

Ouça a demo "Abominável Mundo Monstro" aqui:

Baixe o disco aqui:

Ressonância Mórfica no tributo nacional ao Napalm Death


Logo menos nossos ouvidos serão agraciados por um lindo tributo nacional ao Napalm Death, lenda do grindcore mundial. E nessa leva toda a banda goiana de death/grind Ressonância Mórfica está escalada pra fazer uma versón de uma cantiga do grupo inglês. A bonita homenagem ainda conta com bandas do naipe d Jäpurä Noise Project, Expose Your Hate, Prey Of Chaos, Macgyver The Animal, Social Chaos e muito mais. É aguardar e ter essa belezura em mãos!

Página da banda: Ressonância Mórfica

7.6.13

Eu Acuso! - Liberdade Presumida (2013)



Eu Acuso! foi um famoso manifesto escrito por Émile Zola e publicado no jornal L'Aurore, direcionado ao presidente francês em que abordava as injustiças do julgamento do Capitão Dreyfus, tido como traidor da França. Este manifesto foi um marco na luta contra o autoritarismo, e é com este forte título que de Porto Alegre surge a Eu Acuso!, mesclando o heavy metal com o rap e o funk setentista. Nesse ano de 2013 o conjunto formado por Sandré Sarreta (voz), Carlos Lots (guitarra), Marcelo Cougo (baixo) e Ale Mendes (bateria) lançam o disco intitulado "Liberdade Presumida" que contém 10 cantigas que mesclam o metal com rock, sempre com letras inteligentes e de protesto. As variações de composição dentro de uma música e os destacados riffs ditam um ritmo diferente na audição, fazendo o ouvite prestar atenção em cada cantiha, onde eu destaco as músicas "Bala Perdida", "Choveu Sangue na Cidade", "Lona Preta", "Não Conte A Ninguém" e "Olho Por Olho/Sangue Por Óleo" além do destacado vocal de Sandré. A bolachita foi produzida pela própria banda e por Felipe Haider. As belas ilustrações levam o rabisco de Ronaldo Sabin e o projeto gráfico fica por conta do vocalista da banda Sandré Sarreta. o que impressiona é qualidade das gravações e do registro como um todo, material feito com o máximo de perfeição possível. A sonoridade soa bem original, diferente do que se ouve por aí, taí mais uma banda nova que compensa conhecer!

Obs.: Agradecimentos ao pessoal da banda pela cortesia do material!

Página da banda: Eu Acuso!

Ouça o disco "Liberdade Presumida" aqui:

Download:

6.6.13

Guerra Social - Overdose Nuclear - Demo (2012)




Guerra Social é uma banda oriunda da cidade de Caaporã (Paraíba) e formada em meados de 2011. O conjunto é formado pelo triêto Tom "Torment" (baixo e vocal), Marcos "Ripper" (guitarra) e Matheus "Demolisher" (bateria) e seguem a linha sonora do Thrash Metal old school. Os bonitos soltaram em 2012 a demo "Overdose Nuclear" que contém 6 lindas cantigas que são fortemente influenciadas pelo Bay Area, Thrash alemão e nacional. Letras em português que falam do álcool, desgraças nucleares e coisas do tipo, vocal bem característico do estilo que vai agradar guerreiros e guerreiras do metal que ainda resistem e não ramelam na caminhada. Vale lembrar que esta banda é a primeira do estilo na cidade, mostrando que o metal ainda se espalha mais que praga nesses becos do underground. É o faça-você-mesmx feito de forma simples, sincera e sem holofotes. Vale a pena conhecer o som desses bonitos joviais!

Página da banda: Guerra Social 

Download:

5.6.13

Zine Reboco Caído #17


Conheci esse zine há algum tempinho através de amigos, e por conta do lapso de minha memória esta belezura xerocada ficou esquecida pela minha pessoa, mas graças a internê cheguei as versões online destes rabiscos. O folheto em questão é o famigerado Reboco Caído (comandado pelo mestre Fábio da Silva Barbosa) e que está em seu décimo sétimo número, fato louvável quando se trata de publicações undergrounds. A mais recente edição conta com excelentes textos que abordam temas como a "Resistência da Aldeia Maracanã" e "Polícia Militar", poesias marginais, entrevista muito legal com Cristiano Onofre (Os Quadrinhos Mais Sujos da Face da Terra), uma rápida e interessante abordagem sobre a Zineteca Resistência. A arte de capa desta edição é assinada por Henri Jaepelt, que também fala de sua trajetória e contribuições para zines nesse mundão afora. Excelente zine, se ainda não conhece, saiba que está perdendo muita informação útil, além de cultivar essa linda cultura de resistência. 


Página do zine: Zine Reboco Caído

Interessou e quer entrar em contato pra pegar o seu exemplar? Aí segue os endereços para uma boa interação:
Email: fsb1975@yahoo.com.br
Versões do zine em PDF: http://www.slideshare.net/ARITANA/
Twitter: @RebocoCaido
Endereço: Caixa Postal 21819, Porto Alegre-RS, CEP: 90050-970

Veja o zine em versão PDF aqui:

4.6.13

Cristo Bomba - A Diferença Entre Linces e Lobos (2013)



A banda paulistana Cristo Bomba recentemente havia soltado uma trilogia de vídeos (dois deles postados neste blog) que faziam parte da pré-divulgação do que viria a ser o primeiro registro do conjunto. Depois de 1 ano de muito rala, "A Diferença Entre Linces e Lobos" foi concluído e disponibilizado para streaming e download pelo quarteto jovial formado por Sandrox (vocal), Matheus (guitarra), Phili (Baixo) e Levi (bateria). A bolachita que contém 9 cantigas teve a produção assinada pela dupla de cabras bons Matheus Vianna & Carlos Abreu, além da própria banda, entre Junho de 2012 e Março de 2013. A mixagem e masterização ganha a rubrica do famoséx Gabriel Zander (Zander), dando mais requinte na audição do registro. 
Falando um pouco das músicas, o disco abre com uma narrativa meio sombria, remetendo as produções antigas de filmes de horror-suspense. Depois disso é só paulada na jaca, hardcore-punk com boas pitadas de stoner, d-beat e post hardcore. Destaco as cantigas "No Hope", "Poucas Idéias" e "Minefield" pela energia cabulosa que passa. Já as músicas "Failed In The Mission" e "Knife Whith Both Ends" se destacam pelo ritmo cadenciado muito bem executado pelo grupo. "Scubay" e "A Diferença Entre Lince e Lobos" afloram o lado mais melódico da parada e a poderosa "At The Same Place" fecha com chave de ôro o disqueto. Ressalto aqui também as bonitas colagens entre uma cantiga e outra, a incrível força do vocal do Sandrox, a mescla entre as letras em inglês e português, o alto nível da produção do disco e a sonoridade do baixo que me deixou bastante estasiado. Pra quem chegar perdido e ouvir o som, poderá pensar que a banda está já há algum tempo na estrada, muito por conta do perfeito entrosamento dos cabras. Originalidade no som é o esquema desses bonitos, ótima opção pra você que já está gorfando para a falta de novidade nesta cena, vai por mim..., o esquema é viciante. Ah... vale lembrar que a linda arte da capa leva o rabisco do nobre desenhista Andrei Yurievitch, talento nato!

Página da banda: Cristo Bomba

Ouça o disco "A Diferença Entre Linces e Lobos" aqui:

Se quiser baixar e aumentar o seu rol no last FM, clique aqui.