ALZHEIMER PODCAST

pra esquecer das coisas ruins, pra lembrar das coisas boas

MARY O AND THE PINK FLAMINGOS

Surf-punk psicodélico do jeito que diabo gosta

PAQUETÁ

O fino do surf music underground

30.9.12

Bandanos (SP) em Goiânia


Two Beers Or Not Two Beers apresenta:

Bandanos (SP)
Temenon (DF)
Baba de Sheeva
Murder
WxCxMx

Data: 13/10/12
Horário: 16 horas
Local: Capim Pub (Rua 05, esq. com Av. Independência, Nº 65, Setor Aeroporto, Goiânia-GO)
Valor: R$ 10,00

29.9.12

Benzinol Possesso - Demo (2011)




Rapaiz, sabadão quente morgado aqui na cidade, notícia da morte de Hebe Camargo, macaxêra cozida com  suco de graviola pra aliviar aquela laricota e carreatas infames de políticos-vermes passando pela estreita ruela de minha casa, situada no longínquo Parque Atheneu. Pois bem, entre uma cagada e uma analisada em minha discografia virtual (que vai do Rei Raimundo Soldado ao zé doidim do GG Allin), achei uns sons que peguei em alguma comunidade clandestina de compartilhamento de música goiana. A banda em questão é daqui da cidade, chama-se Benzinol Possesso (belíssima graça!), nunca vi os joviais em ação, muito por conta de desencontros mesmo, mas o fato é que eu ouvi a demo que a banda soltou no ano passado (corrige aê se eu tiver vacilando na citação da era.) e gostei muito da audição. São 3 cantigas do naipe punk cru, sem frescura, com pegada forte (baixão cabuloso), letras bem inteligentes e vocal de bom destaque. Não sei a razão da demora pra postar esse som, portanto, aqui conserto e posto essa boa banda local. E só mais uma coisa pra registrar, foda-se a polícia, jamais seja cordial com essa raça, máquina do sistema que produz frustração, medo e ódio nas periferias e nas ruas de Goiânia, do Brasil ou em qualquer lugar que esses vermes se localizam. A rima do Renachong vale pra esse desabafo: "Por mim, a ronda da polícia de Goiânia, devia ser restrito as vias subterrâneas, náusea momentânea ao lembrar que os porco é chato, vai patrulhar o esgoto, que cêis é pior que rato..." . Beyjos.



Download:

27.9.12

Leptospirose - Sometimes you're beaten to the call (Clipe)

Quique Brown e seus adoráveis imundos estão de volta. Desta vez com o clipe da cantiga "Sometimes you're beaten to the call", faixa número 18 do lindo álbum "Aqua Mad Max". Clipe dirigido por André La Salvia, a película possui imagens raras de festas de carnaval em Bragança Paulista na década de 70. Imagens bonitas, festas boas eram essas, cheiro de lança no ar, negadis dopada, trajes elegantes e muita alegria. Confira essa belezura logo abaixo.

24.9.12

Ímpeto - Ao Vivo no Goiânia Noise 2010



Foi o melhor show que eu vi do Ímpeto (hardcore geriátrico de Goiânia), dava pra ouvir todos os instrumentos perfeitim (sorrizos), participei com umas vinhetas do naipe de Tom Tom Club, Afrika Bambaataa, Grandmaster Flash e afins. Foi bonito pra quem viu. Entón taí o áudio completo, acho que o povo chama isso de bootleg, que seja entón!




Gerações Perdidas - Disco novo+Zine+Patch+Adeviso




Gerações Perdidas, vem com a força de um ataque terrorista difundir a mensagem libertária e convidar cada um de nós para lutar por um mundo mais justo e livre. 
Este lançamento inclui além de um cd, um encarte em forma de zine com 8 páginas e você ainda leva de brinde patch e adesivo da banda!
O valor para adquirir este pacote é de 10 R$ (em mãos) e 15 R$ (via correiro, postagem paga!). Distros que tenha interesse em cópias para distribuição entre em contato pelos emails abaixo:

glauco.mingau@gmail.com (Massive Rec.)
wander.segundo@hotmail.com (Two Beers Or Not Two Beers)
geracoesperdidas@gmaisl.com

Ouça algumas músicas pelo: http://geracoesperdidas.bandcamp.com

Ajude as bandas de sua cidade!!! DIY!!!




23.9.12

Evil Emperor - Evil Emperor (2012)




Evil Emperor é uma banda oriunda de Porto Alegre-RS e formada em meados de 2002. O conjunto, que atualmente conta com Eduardo Fallavena (guitarra), Rikardo Schroeder (guitarra), Rodrigo "Lamazuus" (baixo), Rodrigo Volkweis (vocal) e André Rodrigues (bateria), estão lançando seu primeiro full álbum, contendo 12 cantigas, ao melhor estilo Death Metal extremo. Excelentes estruturas nas músicas, brutalidade, virtuosismo e letras agressivas com temas macabros dão o tom desse ótimo disco que situa-se na ponta de baixo de nosso país. Você pode seguir os joviais pelo feice-buck, ouvir o som dos meninos buzinando o mouse aqui e deixar essa vida infame um pouco mais desconfigurada aos olhos da sociedade. É tomar 3 doses de Dreher acompanhado de um bom torresmo de porco caipira e correr para o abraço. Domingo sempre pede essas fuleragens para apreciar.

Myspace: Evil Emperor

Download:

19.9.12

Comedores de Lixo - Aos Mortos (2012) - Disco novo e 5 músicas para audição




Em 1996 quatro amigos participantes da cena musical local e com experiências de outras bandas resolvem se unir e criar seu próprio som. Iniciava-se assim a trajetória da COMEDORES DE LIXO, que inspirada num estilo de música denominado HARDCORE, criava sua musicalidade com melodias rápidas e curtas que flertam entre o punk, punk rock e o crossover, atribuídas de letras que expressam sua visão sobre os dilemas e problemas da sociedade, abrangendo temas diversos. A primeira apresentação da COMEDORES DE LIXO se deu naquele mesmo ano, no Festival III Escarro Sonoro, e daí por diante a banda seguiu abrindo espaços e divulgando seu trabalho, tanto na Paraíba como nos estados vizinhos de Pernambuco e Rio Grande do Norte. Destaque para eventos: I Março-Core, Lançamento da coletânea Farinha, Hard-Core e Rapadura, II e III Mormaço, Grito Rock 2012 e Circuito das Praças 2012 na Paraíba; Festivais Caos-Natal e Nada em Natal-RN; show variados em Recife e Olinda-PE.
Durante essa jornada a banda sofreu algumas modificações na sua formação e hoje conta com os seguintes integrantes: Beto-bateria; Lawrence-vocal; Marcel-baixo e Roninho-guitarra, que continuam o trabalho iniciado desde 1996, sempre com uma boa aceitação do público em relação a sua musicalidade, postura e fidelidade quanto ao estilo de som que fazem.

Registros disponíveis da COMEDORES DE LIXO:

Em 2000 - lançando a 1ª Demo CD intitulado: A VELHA SECA - que conta com 11 músicas próprias;

Em 2002  - participando da Coletânea: FARINHA, HARD-CORE E RAPADURA - lançado pelo selo CACTUS DISCOS - que conta com 4 músicas próprias;

Em 2007  - lançando a 2ª Demo CD intitulado: DE DEUS OU DOS HOMENS? - que conta com 16 composições próprias e uma cover de uma banda paraibana.

Em Setembro de 2012 - lançam seu 1º CD OFICIAL intitulado: AOS MORTOS, pelo selo JORNAL MICROFONIA, que conta com 16 composições próprias. 

Contatos e aquisição de Material
Tel: (83) 3233-1315 - Beto / (83) 8808-9558 - Lawrence
e-mail: lawvinicius@hotmail.com
facebook: comedores de lixo


17.9.12

Amigos De Jesus - Demo (2012)




Mano, conheço muito da banda não, saquei a parada hoje. Gostei do som, sensacional o nome do conjunto, a capa da demo tá bem chorume e tal. 
Amigos De Jesus é de Blumenau-SC, faz grindcore/powerviolence-desgraçado-profano que fode com tudo. Se você gosta desse tipo de besta feragem, ouve!
Aqui está o bandcamp dos cabras.

Myspace: Amigos De Jesus (Não)

Download:

14.9.12

Ratos de Porão - Cada Dia Mais Sujo E Agressivo (1987)



 
Pra quem é de Goiânia sabe que o calor está assolando os corpos de ateus e cristãos dessa amada cidade. Também estamos "festejando" os 25 anos do acidente do Césio 137 ( até o Oloares deu seu nobre pitaco a respeito do assunto.). Dentro de uma sala-meio-sauna de informática estava (eu) pensando em postar um disco clássico nacional e me veio de bate pronto, pestanejando minhas sombacelhas grossas e desajeitadas, a obra prima da melhor banda que esse país produziu, falo do Ratos de Porón e do disco "Cada Dia Mais Sujo E Agressivo".
 
Quando eu tive contato com essa bolacha, na época o que me dominava eram os Racionais Mc's, Thaide e DJ Hum, Câmbio Negro, Cirurgia Moral, DMN, Ndee Naldinho, Pavilhão 9, Athaliba e a Firma, Facção Central, Alibi, Guind'art 121 e mais um monte de rap bandido que faziam as caixas do 3 em 1 surrado lá de casa descer sangue pelas caixas. A verdade era que eu não assimilava bem o som, conhecia o João Gordo por televisão e revistas de rock, gostava de pegar o vinil, ler as letras, ver as fotos, ouvir e consequentemente ter a repressão de minha mãe.
 
Depois de um tempo eu fui sacar que o disco foi um divisor de águas para o underground nacional, que o apelido de "traidores" veio desse registro, pois a sonoridade punk/hardcore crua foi deixada de lado e o crossover/thrash ganhou vida, muito pela convivência que Jão e cia tiveram com os caras do Sepultura. Aliás, o titulo do disco foi tirado de uma pixação que o Max fez na parede de seu quarto.
 
As capas dos discos do RxDxPx eram as que eu mais curtia, ao lado das capas do Dead Kennedys e do Plasmatics (coisa de muleque tarado hehehehe). Desse disco em específico, o terceiro da banda e que foi o primeiro a ser lançado fora do país, me chamava a atenção o desenho de um rato com uma chave inglesa na mão, com um olhar meio psicopata, num lugar bem obscuro e abandonado. Falar a verdade, eu tinha medo da capa, tiha medo dos cabeludo de preto com pulseira de prego no punho que ouvia esse tipo de cantiga, mas..., eu gostava do som.
 
Musicólas como "Plano Furado", "Sentir Ódio E Nada Mais", "Assalto Na Esquina" eram as mais finése pra mim, e vou dizer, como (eu) era o único de minha galera que ouvia essas paradas sebosas, agressivas e horríeis de entender o que era dito, minha pessoa también fui chamado de traidô (risos).
 
Esse disco é uma aula pra quem gosta de crossover/thrash, e digo, pela boca de dezenas de milhares de imundxs, uma discussão reina: Ratos de Porón ou DxRxIx?
 
Nessa delícia de calor, tempo seco e umidade de 4,7%, o melhor é ouvir esse disco bem alto tomando boas doses de pinga, e, claro, com um sarapatel do lado pra aliviar o suadouro. Beyjos.
 
 
Myspace: Ratos de Porão
 
Download:

12.9.12

Berro - Mais Bunito Do Que Nunca - Demo (2012)





Caldas Novas (cidadezóla turística daqui do estado) não é mais a mesma. Além das famosas águas quentes, dos milhares de turistas que perambulam por ali todos os anos e dos dispensáveis bombados candangos que desfilam pelas ruas da cidade em temporadas de férias ou de festivais de música sertaneja, há mais de 1 ano o hardcore podre, sujo e agressivo tomou de conta daquela currutela metropolitanizada e é representado pela banda Berro. Com Bartião nos gritos, Danniel Mello nas berimbólas, Cláudio no bongô e Paulo comandando com muita classe as cordas do bandolin,  os bonitos estão com mais um trampo nas pistas. Com o belo título "Mais Bunito Do Que Nunca", essa raparigagem toda possui 11 cantigas que mesclam o hardcore/crossover com boas pitadas sujas de grindcore/powerviolence. A gravação parece ser caseira, bem ao moldes noise core noventista, barulheira infernal em pouco mais de 20 minutos. Sociedade, religião, mídia, relações afetivas..., tudo é avacalhado e criticado sem cerimônia nas letras desse lindo conjunto de nossa bendita terra central, que vomitam sem dó nas tradições enraizadas deste estado que mediocremente perpetuam, desde as famílias tradicionais da falida Vila Boa e afins, até o poder corrupto na figura máxima do verme governador Marconi Perillo. Só lembrando que os cabras não estão na vibe do momento, que é o bandcamp (pago muita das vezes), portanto, o jeito é ouvir no agora arcaico myspace ou baixar pelo mediafire. Beyjos e até a próxima.


Myspace: Berro

Download:

10.9.12

Berserk - EP (2011)







Esse som aqui estava nas indicações perdidas em mensagens de feice-buck. Indicado pelo amigo Katira (baixista da banda Coerência), ouvi a semana passada inteira e continuo ouvindo e gostando. A banda é de Uberlândia-MG, chama-se Berserk e tira um hardcore melódico misturado com post hardcore dos mais legais. Pelo que sei, a banda foi formada a partir de um daqueles rolês marotos de skate por joviais conhecidos da cena local. A ideia de alastrar o desapego e fugir do já conhecido pode ser visto no primeiro EP da banda, lançado no ano passado. Estruturas boas, vocal desesperador e angustiante dão a tônica das 6 faixas, que com toda a certeza, irão agradar aos amantes daquela vibe de Boston e tal. Fãs de Dag Nasty,  Defeater e afins vão se surpreender com essa bandita. Capa foda e letras em português muito interessantes. Se eu fosse você, nón ficava moscando, ouve a parada e sinta aquela vontade safada de dar um pico de skate com xs vagabundxs de plantão pela cidade. Banda foda, vale muito sacar!
Bandcamp da banda: Berserk


Myspace: Berserk (nón)

Download:

6.9.12

Discräsia & Love Story - Split (2012)





Split bonito na fita, moçadinha! A bolachinha contém duas banditas oriundas do querido estado do Ceará. Discräsia surgiu em 2011 em Maracanaú-CE com a trinca Fränk Bunitu (berros e guitarra), Dejäne Grrl (berros e baixo) e Alisson Pé de Pato (bateria) tirando um som rápido, sujo e irritante. Com fortes influências de bandas punks da Finlândia da década de 80, do crust e o powerviolence de bandas como Diagnose, Disrupt, Besthoven e Infect. Em suas letras o grupo deixa bem claro a sua posição contrária à homofobia, sexismo, machismo, especismo, exploração animal e o nazi/facismo. A banda está com 10 cantigas nesse split (com um cover para "Police Bastard" do Doom), pegada crust apocalíptica pra deixar raparigos e moçoilas com o juízo todo desmantelado.
O outro conjunto é o Love Story, formada em 2010 na região metropolitana de Fortaleza-CE (Caucaia), os cabras fazem uma espécie de hardcore/crust com uma pegada powerviolence. Som totalmente fincado nas bandas noventistas. A banda é composta por Moroni (vocal, baixo), xEltonx (vocal, guitarra) e Rogério (bateria). No split os bonitos estão com 8 musicólas (com covers de cantigas do Discarga e Mundo Cadáver), todas rápidas, sujas e que vão deixar você mais podre do que já é. Região nordeste sempre produzindo trampos fodas, aliás, ô lugar pra ter gente massa!


Myspace: Discräsia 

Myspace: Love Story

Download:

5.9.12

La Tormenta - Midgard Grind (2012)





O que resulta quando se resolve misturar o rápido Grindcore com o Metal Viking? Pois é, quatro cabras do triângulo satânico mineiro resolveram fazer essa mistura e em março de 2011 o La Tormenta surge com Cremogema (vocal) , Diego Caetano (guitarra), Hudson (Baixo) e Pony (bateria). Como os bonitos mesmos citam, essa mistura é inédita e bem original, com a clara intuição de espalhar a mensagem da cultura pagã/escandinava/vinking/anarquica pelos becos sujos desse mundo perdido. E nesse ano de 2012 soltaram o ótimo disco "Midgard Grind", que possui 16 faixas com as nobres participações de Fábio Prandini (Paura), Juninho (Ratos de Porón, Discarga, O Inimigo) e dois cabras gringos oriundos da Alemanha e Argentina. O disco por enquanto saiu apenas em formato virtual e você pode encontrar na página da banda que se localiza no sítio do Cultura em Peso. Posso dizer que fiquei bem surpreso com a qualidade do som, letras (em português), pegada cabulosa da banda e da mescla de estilo que soou muito bem aos ouvidos (e olha que eu nem sou muito chegado nessas parada de viking metal.). Portanto se tu gosta de Amon Amarth, venera cabelo grande sedoso, munhequeira preta ou curte um Napalm Death e cultiva patchs em bermudas desfiadas, entón vale muito tu sacar essa excelente banda mineira.


Myspace: La Tormenta

Download:

3.9.12

Heretic - Act V (Vídeo Oficial)

Banda de metal instrumental aqui da cidade que acabou de soltar um vídeo cabuloso da cantiga "Act V", uma das faixas do álbum "Opus Heretika" de 2011. É ficar de muringa e encabulad@ com a qualidade dessa trinca de cabras bons. Você pode conferir mais sobre a banda no lindo sítio que o conjunto possui clicando aqui. Logo abaixo o clipe bonito que nón passa na mtv falida (talvez apareceria no finado Fúria Metal, diz aí, rolava fácil!).