15.2.13

Companhia de Amores Mizeráveis





A C.A.M ou melhor Companhia de Amores Miseráveis surgiu em 29 de agosto de 2005, nome tirado de uma música da Banda D.R.I (Dirty Rotten Imbeciles). Nascida No Bairro de Brasília Teimosa Recife-Pe.
Voltando a falar um pouco mais da breve história dessa banda, ela deu uma parada em 2006, por motivo pessoal dos integrantes (todo mundo tem o direito de organizar a vida... ou pelo menos tentar), e só agora em 2012 a banda volta a ativa e com mais energia e maturidade do que antes, a banda conta com a base da formação original, com Bruno Pinheiro nos vocais e Ricardo Sales (Batata) na bateria e foi integrada a banda mais duas pessoas que não participaram da formação origina mas que tiveram importância na formação na banda naquela época, Jeziel João no Baixo e Diego Everton.
A C.A.M inicialmente retornou com o repertório da formação clássica e só depois de algumas conversas decidiram mudar a postura e sua filosofia e mostrar isso em suas letras, sem perder o bom e cáustico humor que todos na banda concordam em ser a característica principal, a banda segue com uma pegada mesma energia rápida e mais pesada, sem rotulações de estilo, falando dos problemas éticos do ser humano no cotidiano social. 
A C.A.M lançou o seu primeiro EP com 13 faixas em outubro de 2005 que se chama “lagrimas de um amor miserável” quem a musica “Drº Crânio”, que essencialmente fala daquele seu amigo estorvo que tem a simples função de estragar seu dia quando aparece.

a banda é influenciada por toda a cena underground do Brasil, principalmente a cena dos anos 90 e 2000, bandas como  Ratos de Porão, D.F.C, Mukeka di Rato. Ação entre muitas outras, também os clássicos que nunca saíram e nem sairão do playlist, como Dead Kennedys, D.R.I, Motorhead, Slayer  e muitos outros e outros ícones, não só musicais como também ideológicas.

A Companhia de Amores Mizeraveis é:
Bruno – vocal
Zinho - Baixo
Diego – Guitarra
Batata – Bateria


Download:


2 comentários: