ALZHEIMER PODCAST

pra esquecer das coisas ruins, pra lembrar das coisas boas

MARY O AND THE PINK FLAMINGOS

Surf-punk psicodélico do jeito que diabo gosta

PAQUETÁ

O fino do surf music underground

31.8.15

Discos que pioraram a minha vida #05: Velho de Câncer - S/T




Depois de um tempo enrolado sendo um andarilho de hospitais, clinicas e convivendo com o ambiente sombrio de roupas brancas e cheiro de éter, voltei pra reativar uma ala esquecida por mim mesmo neste sítio. Nessa oportunidade o "Discos que pioraram a minha vida" chega pra falar de um registro atemporal dentro desse subterrâneo sonoro, é aquele cdzinho coqueluche da Velho de Câncer (que depois virou somente Câncer). 

Não lembro exatamente quando peguei o disco em mãos, mas sei que conheci a banda na internet e em algum show no Capim Pub vi uma cópia na banquinha do Segundo (Two Beers Or Not Two Beers), eu acho. Nessa época, 2009/2010, eu andava bem largadão no esquema de rolês, chapação sem limite, acordadas dentro de ônibus em pontos finais e descompromisso com a vida em si. Eis que um belo dia meu irmão mostrou exatamente essa bolachinha digital em que eu havia namorado alguns meses atrás e ordenou a audição imediata daquele material. Antes de ouvir fui ler assuntos sobre a banda e gostei muito das coisas que passei os olhos, e quando coloquei o artefato pra rodar no 3em1 foi um estopim sonoro que estragou meus ouvidores. Um punk melódico gritado com muita urgência que fez eu parar de ouvir muita coisa na época pra ficar ativando o modo repeat do aparelho sonoro em casa, favoritar o mp3 de bolso pra servir de trilha na rua ou dentro de alguma aula paranoica de Sistemas Lineares. A verdade é que a concepção do disco abraçou minha tosca vida num breve período e levou para um estágio quase que obscuro de uma falta de sentido nas coisas que me cercavam, uma sarjeta existencial que tinha  representatividade nas letras dessa maravilhosa banda.

Músicas como "Raiva de Espírito", "Alma de Mendigo", "Cidadão Rancor", "Grande Nada" e tantas outras que recheiam a bolachinha tornaram clássicos desse esgoto e por um bom tempo foram a minha trilha sonora de um cotidiano frustrado e quase derrotista.

A verdade é que o rumo da vida sempre muda, e já há mais de 4 anos que vivo dias intensos e gratificantes, talvez falte uma coisa aqui ou ali pra encaixar, mas agradeço ao Velho de Câncer, uma das melhores bandas que ouvi nessa curta temporada dentro desse underground, por toda a mensagem que instigou de uma forma direta este que aqui rasura a tomar uma outra direção para as possibilidades. A parte mais triste é que a banda acabou de uma forma súbita e não consegui pegar uma apresentação dos cabras, mas o legado pro nosso esgoto ficou com fortes marcas e cheiro forte!

Ouça o disco aqui:

25.8.15

Cristo Bomba lança Vídeo Clipe de "A Diferença Entre Linces e Lobos"

Retrato por: Wander Willian


A banda Cristo Bomba, hardcore de São Paulo, soltou no começo de Agosto o clipe da cantiga "A Diferença Entre Linces e Lobos". Dirigido pela dupla irmandade Luca & Davide Bori, a película foi gravada na antiga estrutura do Hotel Bar e conta com a nobre participação de Dieguito Reis (Vivendo do Ócio). O som e o filme é dos bons e vale apertar o play do youtube logo abaixo!

21.8.15

Motor City Madness - Strong As A Rat (Vídeo Clipe)




A Motor City Madness, banda de rock veloz e desconjuntada lá de Porto Alegre soltou há alguns dias idos a versão em película da cantiga "Strong As A Rat", 4ª faixa do recente disco "Dead City Riot". O clipe é uma ode ao "skate or die" e ao descompromissado submundo d.i.y. da cultura trash, num esquema frenético de prender a atenção de quem assiste até o derradeiro segundo do curto filme sonoro. Ficou bem massa o esquema e é altamente indicado para xs desajustadxs que se identificam com essa doidice toda!

Página da banda: Motor City Madness

Veja o clipe da música "Strong As A Rat" aqui:

20.8.15

Drakula - Death Surf - 7'' (2015)



Não sei o motivo, talvez lesêra causada pela vida torta, mas só agora consegui falar sobre a incrível banda Drakula. Os cabras são lá de Campinas/SP, e chegam agora com um 7'' muito feroz, sugando o que há de mais podre dentro da sonoridade surf/punk/garage em sua mais nova bolachinha, conhecida pela graça de "Death Surf". O redondinho conta com 4 cantigas, sendo uma versão para "Lado de Fora" da banda Grease e 3 harmonias que exploram o lado reverb com conteúdo explícito do lado-b do cinema trash (ouça "Massacre a Meia Noite"). Lançado em comunhão de bens com diversos selos (Thrashcan Records, Reverb Brasil, High Time Records, Mandinga Records, Chopsuey Discos, High Voltage e Esta Noite Encarnarei No Teu Compacto!), o redondinho chega apavorando na cor verde-maconha-transparente pra requintar a sua coleção de acetato, e como o esquema tá limitado em 400 trouxinhas (aka cópias), vou fazer a minha correria clandestina do escambo de velharias, virar um troco amassado e pegar um exemplar diretamente com os perturbados da Mandinga Recs, já que os cabras são daqui de Goiânia, um beicim de pulga pra topar com essas gentes. Lembro ainda que a arte do disco leva o rabisco do Daniel Ete, raparigo que também integra o Drakula e bastante conhecido dentro desse subterrâneo. Pra quem gosta do lado mais sujo e obscuro que passeia entre o surf music e termina no horror punk, este lançamento é indicado pra desorientar ainda mais o seu juízo!


Página da banda: Drakula

Ouça e/ou compre o sete polegadas aqui:

17.8.15

Dinamite Club - Tiro & Queda (2015)



Depois de um certo atraso, venho através deste relatar sobre o disco de estreia da paulista Dinamite Club. Formada  no ido ano de 2010, a banda mescla bem o punk rock com o pop punk em "Tiro & Queda", compact disc lançado pela Spider Merch e que originalmente foi lançado em versão demo, ganhando neste ano a versão Full Length, acrescentada com duas cantigas.
A bolacha é recheada por 16 músicas que soam como algo bem radiofônico, lembrando muito aquela onda Blink 182/CPM 22 que tomou o sistema midiático de assalto. Com boas letras sobre questões pessoais, a banda consegue transmitir a mensagem sem soar repetitivo, muito pelo contrário, através da boa produção sonora, a originalidade dos timbres e acordes é percebida a cada faixa, ouça "Contra o Mundo" e "um Pouco Egoísta, Eu Sei" e entenda um pouco do que disse. Com uma característica urbana, este bom registro chega pra sacudir o lado mais melódico do underground, com atitude e personalidade, ampliando as possibilidades que o independente oferece. Adquira o disco aqui!

Página da banda: Dinamite Club

Ouça e baixe a versão "demo" do disco aqui:


11.8.15

Viruskorrosivus - Prolongado, Progressivo e Incurável (2015)



Quando me deparo com uma banda que preenche todas as minhas saciedades da cantiga caótica, é um enorme prazer rasurar sobre o disco /ep / split / k7 de tal conjunto, e isso rolou de uma forma bem natural com a porto-alegrense Viruskorrosivus, que chamou minha atenção com este nome bem punk-do-subúrbio. O quarteto formado por Rodrigo Luz (vocal), João Carvalho (guitarra), Maurício Knevitz (baixo) e Michel Munhoz (bateria) está na ativa desde os perdidos de 2012, espalhando pelos orifícios mais obscuros do subterrâneo sonoro a sua poderosa mescla do hardcore/crust, muito influenciado por bandas como Gauze, Poison Idea, Armagedom, World Burns To Death e podreiras sonoras semelhantes.
Nesse conturbado 2015, estes bons cabras lançaram o disco "Prolongado, Progressivo e Incurável", bolachinha-maravilha que conta com 18 cantigas que chegam em quase 30 minutos de um ambiente sonoro sujo, cru e direto, revisitando as boas ondas do underground oitentista. Da densa e cadenciada "Paz Imposta" até a derradeira e incrível "Diagnóstico", o registro é uma viagem caótica ao submundo dos estilos mais podres deste nosso underground, colocando o "Prolongado, Progressivo e Incurável" como um dos melhores lançamentos dessa nossa esfera clandestina.
O disco leva o nome de Diego Poloni (que já trampou com Campbel Trio e Ornitorrincos) na produção impecável e teve o lançamento rachado entre a banda e a Punch Drunk Discos, selo do baixote mais firmeza que conheci nos últimos tempos, o vulgo Daniel Villaverde (cantador da Ornitorrincos). Se você gosta da essência suja e do ambiente sombrio que o lado b do hardcore-punk-crust proporciona, o disco da Viruskorrosivus é um prato bem servido pra saciar sua fome por sons que remetem à velha escola. Ouça, compre e espalhe para as boas e péssimas amizades.


Página da banda: Viruskorrosivus

Assista o clipe da música "Epíritos Ardentes" aqui:

Ouça algumas músicas do disco aqui:


5.8.15

Festival Suburbano - 7 e 15 de Agosto no Martim Cererê





A produtora goiana Tilt Produções chega neste ano com o seu primeiro festival intitulado Festival Suburbano, que acontece no dia 15 de agosto (sábado) e contará com algumas atrações pesadas como o TEST (SP), D.F.C. (DF), Entre os Dentes, Bang Bang Babies e mais coisas. O esquema vai ser no templo do underground goiano, o Centro Cultural Martim Cerêrê, e nessa sexta (07/08) acontece a pré-festa do festival que contará com Sombra (SP), Nocivo Shomon (SP), Gasper, Coletivo Vitrola Rosa, Ápice e coisas mais. Muita diversidade pra você não ficar de bobeira na rua e torrar seus trocos na cerva do porks. Abaixo segue os detalhes dos dois bailes:


Pré-festa Festival Suburbano

Dia: 07 de agosto 
Local: Centro Cultural Martim Cerere 
Horário: a partir das 20:00

02:00 Mc sombra (SP)
01:00 Nocivo Shomon (SP)
00:00 Gasper Soulcrims
23:00 BATALHA Gotta Mcs
22:00 2DUB
21:00 Kaverna Man & Rural Sistema de Som
20:00 Ápice

+ BATALHA Gotta Mcs
+Djs (Coletivo Vitrola Rosa)


Link do evento: https://www.facebook.com/events/430155723822736/

Ingressos:
Passaporte Antecipado (válido para os 2 dias): R$30
Na porta: R$20

Ingresso online: https://www.sympla.com.br/festival-suburbano__38352

Entrada permitida somente para maiores de 18 anos
Apoio: Gotta Panos de Rua




PALCO YGUÁ 

02:00 CURUMIN (SP)
00:30 Novonada (UK) 
23:30 O Lendário Chucrobillyman (PR)
22:30 Chá de Gim
21:30 Young Lights (BH)
20:30 Justine never knew the Rules (SP)
19:30 D.D.O
18:30 Enema Noise ( BSB)
17:30 Almirante Shiva (BSB)


PALCO PYGUÁ

01:00 DFC (BSB)
00:00 Test (SP)
23:00 Entre Os Dentes
22:00 Muñoz Duo (MG)
21:00 Marmelada de Cachorro
20:00 Red Light House
19:00 Bang Bang Babies
18:00 Peixefante
17:00 Two Wolves


e mais...

Djs
Lounge Gastronômico 
Discotecagem Externa
Intervenções Circenses 
Apresentações Teatrais Itinerantes 
Exposição Fotográfica
Graffiti


Data: 15/08 (Sábado)
Local: Martim Cererê
Ingressos:
Passaporte Antecipado (válido para os 2 dias): R$30
Na porta: R$20
Ingresso online: https://www.sympla.com.br/festival-suburbano__38352
Link do evento: https://www.facebook.com/events/525712084247674/

4.8.15

Chafun Di Formio - Pague Dez e Vá Pro Céu - EP (2014)


Chafun Di Formio é uma banda lá de Ituiutaba/MG e que está na ativa desde os perdidos de 2008. Atualmente a banda é composta por Léo Araújo (vocal), Pablo Vieito (guitarra), Zé Denes (baixo) e Thales Matheus (bateria), ecoando o seu crossover nos ouvidos alheios. Sendo um dos destaques da atual cena underground do Triângulo Satânico Mineiro, a banda lançou no ano passado o EP "Pague Dez e Vá Pro Céu", contendo 4 cantigas e que exploram de maneira original e agressiva o punk rock, hardcore e thrash metal, chegando num crossover cantado em português que faz fortes referências à sonoridade oitentista. Muito bem gravado, destaco o disco como um todo, com ótimas composições, letras e refrões ("Sarjeta" e "Olhos de Borracha" são bons exemplos), e com certeza esse é um disco pra quem gosta de bandas que produzem algo bem relevante dentro do nosso underground e que sempre está em busca de ótimas novidades. Lançado pelo selo Wolves Cave Records e tendo a capa assinada por Arth Silva, o disco é uma ótima pedida para xs amantes do bonézinho-tosco-aba reta-com-logo-do-excel, bandana-suicidal, nike-flight e berma-rasgada-com-patch-do-D.R.I. Ouça e espalhe!



Página da banda: Chafun Di Formio

Ouça e baixe o EP através do Bandcamp:

3.8.15

Coerência anuncia datas da Tour 2015



A Coerência, banda de hardcore daqui de Goiânia, anunciou algumas datas da Tour 2015 que consiste no lançamento do CD "Referencial". Com um corre cabuloso, ajuda de amizades e sem a competição mesquinha que este meio conhece, os caras vão ter a oportunidade de levar o seu som e sua mensagem positiva para cidades como São Paulo, Praia Grande, Uberlândia, Porangatu e mais algumas. 


Vale citar também que os caras estão preparando o lançamento do vídeo clipe da cantiga "Distopia", portanto pra quem gosta de hardcore melódico em sua essência, já desgarrou do triste "policiamento de cu" e gosta das boas novidades que o underground oferece é só ficar atentx que estes cabras não estão de brincadeira. 






Abaixo segue o cronograma das datas, e se você estiver pelas redondezas é só chegar!

08 de Agosto - Uberlândia MG @Sabado Noise
09 de Agosto - Catalão GO @Do It For Love 
21 de Agosto - Praia Grande SP @Sexta Full
22 de Agosto - São Paulo SP com 88Não
23 de Agosto - São Paulo SP @Keep The Noise
05 de Setembro - Brazlândia DF @Brazlândia Underground
06 de Setembro - Goiânia Go @Vaca Amarela
12 de Setembro - Goiânia Go @Festival Pig Meu
31 de Outubro - Porangatu Go @Rock Fora de Rota
01 de Novembro - Uruaçu Go @Rock Fora de Rota

Página da banda: Coerência

Retrato por: Victor Mileo