29.4.12

Scene Report da cena goiana - Parte 1


ThrashCore Fast 2011, por Nati Simão



Bom negadis, entre umas escapulidas pra ouvir cantigas em jukebox e ler/ouvir materiais que chegam em minhas mãos, resolvi tentar falar um pouco do que está rolando por aqui na cidade (pelo que eu vejo e tenho contato direto). Bom, sempre gostei de ler sobre o que rola sobre a cena de outros estados e bateu aquela vontade doida de escrever umas besteirinhas sobre a cena dessa ( já caótica) cidade.
Começo falando de uma banda da nova geração e que vem se destacando pela postura no palco e fora delas também, falo da banda Gerações Perdidas, que surgiu em meados de 2011 com a proposta de fazer um punk/hardcore com fortes influências do punk finlandês. Soltaram uma demo no ano passado, andam tocando bastante aqui na cidade e agora no dia 01/05 vão tocar no Distrito Federal ao lado da lendária                 banda paulista Execradores. Os cabras solltaram umas cantigas novas que vão entrar no novo álbum (confira no myspace da banda) a ser lançado pela Two Beers Or Not Two Beers e Massive Records. Continuando nessa linha de novidades a banda manauara e já residente há algum tempo em Goiânia Ressonância Mórfica está com um novo projeto para lançar seu novo álbum “...e dilui-se o silêncio em zurzimentos” que você pode ficar mais por dentro clicando aqui. Os cabras também estão com formação nova, agora em trio, e querendo lascar com o grindcore/death metal sem pedir licença para xs mais delicadxs. Tirei Zero que é outra banda da nova geração da capital estão com umas musicólas novas e parece que vão soltar material novo em breve, é aguardar, pois as cantigas novas estão com uma pegada diferente das antigas e conhecidas do público local. Já na área da incerteza, dizem as más línguas que a idosa banda de hardcore Ímpeto vai soltar material físico pro pessoal conferir, vamos ver né, porque tirando uma fitinha demo e algumas coletas, os cabras não possuem um registro físico goxtoso de ouvir, apenas uma demo virtual que tu pode conferir buzinando o cursor do mouse aqui. Uma lenda daqui da cidade parece que aposentou suas apresentações de vez (foi o que chegou aos meus ouvidos, me corrigem se eu estiver equivocado), falo da banda WxCxM, que marcou uma geração de toscxs e perdidxs da capital, vi shows memoráveis da banda e é triste ver que a banda parou. Outra bandita que anunciou suas atividades por encerradas foi a excelente Overcome, uma perda muito grande, pois o conjunto contava com vocal feminino, fato muito raro por aqui. Atravessando um pouco a cidade e chegando em Trindade, a terra do divino, topamos com o Tarja Preta, banda de hardcore/punk e que recentemente lançou sua demo “Desigualdade, Controle” (que por sinal é boa e mostra a evolução da banda), mudou de formação e recentemente tocou nos 18 anos da banda Maltrapilhos (DF), juntamente com o Periferia S/A (SP) e o Suicídio Coletivo (DF). Voltando para a capital e falando novamente sobre novidades, parece que a antiga banda de hardcore Descarga Negativa (que tinha parado e voltou com tudo de uns anos pra cá) vai soltar um disco cheio pra galera, só lembrando que a banda contém duas figuras lendárias da cena goianiense, o incansável Walkir (da Insetu's Produções) e o Junior HC ( que já participou de outras bandas e produz o Letargia Zine). Em Aparecida de Goiânia temos o Abalo Sísmico que leva seu hardcore periférico à risca, vivido na pele diariamente, e parece que os cabras estão ensaiando pra soltar material novo, é aguardar pra ver o que Muhamad e os demais loucos tem pra mostrar pra gente, tô bem curioso pra ver isso, confesso. O Death From Above, banda de D-beat está para lançar (ou já lançou, não sei ao certo) um split 7'' com a banda americana Favela Rising, é aguardar, pois os corres do Glauco Mingau (vocal/guitarra da banda) sempre rendem trampos com uma qualidade surreal. Outra banda que está para soltar algo novo é o Sangue Seco ( é o que cochicham pelos becos da city), punk aos moldes antigos e que contém só rapazes finos da velha guarda da cena goianense, joviais como Sr. André Alemão, Bacharel Guga, Engenheiro Aurélio e o Diplomata Eduardo Mesquita.  As novidades da banda Baba de Sheeva fica por conta do novo clipe da cantiga "Girando HC", muito bom por sinal. Outra banda que vem soltando vídeos bem legais é a banda de hardcore melódico Coerência, "Calma, o Amanhã!" é um desses  vídeos e o conjunto segue firme, tocando com ou sem estrutura (sem frescura, que é pertinente a outras bandas daqui) pelos espaços disponíveis dessa cidade. A banda Heretic, de metal instrumental, acaba de soltar a capa e as tracks de seu EP, intitulado "Lamashtu", que é uma prévia do segundo álbum da banda ( o primeiro álbum você pode baixar aqui). O conjunto é um trio formado por integrantes de bandas como Spiritual Carnage, Spirits Of The Shadows e Symphonic Tragedy e o registro conta com um tributo à Billy Idol, interpretado por Wander Segundo da banda Corja, mais informações confira nesse link.
Partindo para a esfera das produções contraculturais, a Insetu's Produções segue firme na luta e apresenta para o público a 3º edição do Fúria Underground, que conta com a presença ilustre da banda paulista DEFY, pela segunda vez na capital e apresentando seu novo Split com a banda candanga Terror Revolucionário. O evento está marcado para ocorrer no dia 13 de maio no Julio's Bar. Tem também o Natal, que vira e mexe solta uns eventos com bandas locais, dando oportunidade para grupos novos que não tem tanto espaço por aqui. Ainda nas produções, o raparigo Júlio César (batera de bandas como PxPxCx, Tirei Zero e Ímpeto) através de seus corres, amizades e amor pela parada sempre nos apresenta ótimos eventos por aqui e dessa vez o cabra traz para Goiânia a banda Futuro(SP), show esse que vai ser realizado no dia 26 de maio no melhor lugar para se fazer shows aqui na cidade, o Capim Pub. E o cabra não pára, lançou recentemente seu primeiro zine, o Paranóia e Cale a Boca e está encabeçando outro zine a ser lançado no evento Amanhã Negativo (que citei em algumas linhas anteriores), o folheto terá o nome de Borra e conta com a ilustre participação do artista lascado de foda Diogo Rustoff. Na esfera mais pessoal, esse blog lançou uma versão impressa, mas que ainda não chegou nas mãos das pessoas por falta de grana e tempo, já estou preparando o segundo número desse zine, estamos na ideia de soltar uma coletânea física com algumas bandas que gostamos e ainda tem uma parceria boa vindo por aí, que são escritos feministas que terá o apoio e a colaboração desse tosco blog.
Bom, é isso, espero que eu tenha escrito bem (se não, foda-se) e seja você a cena, faça mais e reclame menos. Beyjos até o próximo scene report. 

Obs.: A fonte pequena é proposital pra você forçar e lascar sua vista de vez (risos).

1 comentários: