28.6.12

Livre? - O Mundo Está Perdido Mas Sua Vida Não Está - Demo (2012)





Ano de 2012, numa Goiânia cada vez mais corrupta, cada vez mais opressora, em que o jornalismo tem figuras ridículas do estirpe de Luiz Gama e Oloares Ferreira, o coronelismo é visto nas fardas, na figura de Marconi Perillo, na frieza escrota de um ensaio nazista chamado Demóstenes Torres e cada vez mais nos vemos encurralados por essa máquina aniquiladora. Dentro dessa triste realidade, um quarteto de inconformados e desajustados decidem formar uma banda e expor todo seu ódio através de um som caótico e letras cortantes. Livre? é o nome do conjunto que contém Gilcélio (que faz parte da banda Disköntrolly Social e produz o zine de mesmo nome) nos vocais, Alyssom (oriundo de Campo Grind, agora residente nessa goxtosa capital, e integrante de bandas do naipe de DxDxOx e Demonterror) nas cordas grossas, Victor (raparigo que hora tu vê ele vendendo um rango firmeza, hora você topa com o jovial completamente chapado. Recomendo uma boa conversa de boteco com o cabra!) nas cordas finas e gritantes e Urbano (o melhor rango vegan underground dessas bandas de cá, é comer um risole e lascar com o  resto de seu ordenado, pois a parada é boa e viciante.) nas baquetas "estilo-batedeira-de-obra-civil. Os cabras estão vindo com um excelente trampo de estréia, a demo "O Mundo Está Perdido Mas Sua Vida Não Está", que desde  a capa, gravação e letras, surpreende de forma bem positiva. A pegada grindcrust sem o cultivo de dreads, emociona raparigos e moçoilas que gostam de um barulho requintado. São 7 musicólas, estilo vida loka de quebrada e os cabras falaram que vai sair em formato físico (já quero). Bom, a pergunta que fica é: Você é mesmo livre? nesse sistema cada vez mais açougueiro? nessa sociedade cada vez mais intolerante? nessa cena em que boa parte prega a liberdade mas policiam mais que igreja neopentecostal? nessa onda de "ismos" virtual em que você não pode expor seus pensamentos sem ser monitorado, policiado? 
Banda foda, está entre as melhores do atual cenário tosco/underground/mesquinho goiano. Beyjos.


Myspace: Livre?

Download:


2 comentários: